Google anuncia o fim do Buzz; entenda como ficarão seus dados
Fim do Buzz

Google anuncia o fim do Buzz; entenda como ficarão seus dados

Em um comunicado enviado aos usuários, o Google anunciou nesta semana (27) o fim do Buzz. A página foi sua primeira – e frustrada – iniciativa nas redes sociais, e já tem data para entrar em fase de encerramento: dia 17 de julho deste ano, podendo ser prolongada por alguns dias. A companhia afirmou que vai manter uma cópia e links de posts do Buzz, no Google Drive.

Ao migrar para o Drive, os dados não serão somados aos limites de 15 GB que todo o usuário tem disponível. Segundo a Google, serão criados dois tipos de pastas. A primeira é apenas acessível para o usuário, com uma cópia dos artigos públicos e privados do Google Buzz. O segundo tipo contém apenas uma cópia dos artigos públicos e, por predefinição, pode ser visto por qualquer pessoa com o link direto para um post, que será redirecionado. O conteúdo poderá surgir em resultados de pesquisa e até no Perfil Google, caso haja um link.

Ainda segundo o comunicado, os comentários em posts de outros usuários apenas serão guardados nas pastas desses utilizadores. Isto significa que se um usuário comentou num artigo privado de outro autor, este autor pode optar por tornar o artigo e os respetivos comentários públicos.

Para evitar que seus comentários em posts de outras pessoas estejam ao acesso de todos, é preciso apagá-los de vez do banco de dados do Buzz. As novas pastas não armazenam publicações que tenham sido eliminadas antes da transferência dos dados.

09-06_01

Como conteúdo armazenado no Google Drive, as pastas serão tratadas como qualquer pasta ou arquivo de upload. Será possível compartilhar, atualizar a lista de pessoas que podem visualizar o conteúdo ou eliminar as pastas por definitivo. Ainda de acordo com a Google também é possível eliminar toda a sua do Buzz conta durante este processo.
O Google Buzz foi descontinuado em 2011 porque rendeu boas dores de cabeça e uma ação judicial contra a empresa, que foi acusada de violar a privacidade dos usuários. A rede social adicionava contatos a revelia dos usuários, automaticamente, incluindo todos os contatos com quem o usuário trocava mensagens e abrindo o conteúdo a eles. Após críticas, a Google aceitou fazer mudanças e concordou pagar US$ 8,5 milhões (quase R$ 17 milhões) em multa.

Via Techtudo

Leia Também:

Deixe Seu Comentário: