Google Glass não será popular, diz presidente da Apple
14-06_02

Google Glass não será popular, diz presidente da Apple

O Google Glass é um dos eletrônicos mais aguardados do mundo neste ano, exceto para o presidente da Apple, Tim Cook. Em palestra no evento “D Conference” nesta quarta-feira (29), o executivo admitiu que o gadget tem aspectos interessantes, mas não deve conquistar o “povão”.

14-06_01

De acordo com Cook, óculos não são acessórios “naturais” para todas as pessoas. “Eu uso óculos porque preciso, mas não conheço alguém que utilize somente por gostar”, disse. Para o executivo, este é o principal motivo para o Google Glass não se tornar um sucesso quando for lançado.

Apesar disso, um outro fator não mencionado pelo executivo também pode influenciar na adoção ao Glass: o preço. Os rumores indicam que o custo dos acessórios para o consumidor final deve variar entre US$ 1 mil e US$ 1,5 mil (R$ 2 mil e R$ 3 mil). Nos Estados Unidos, seria possível comprar um smartphone e um tablet tops de linha com esta quantia.
Se óculos inteligentes não agradam Cook, pulseiras e relógio parecem ter uma “admiração” maior do CEO da Apple. No evento, Tim Cook utilizava uma Fuelband, pulseira da Nike que registra dados de saúde do usuário no dia a dia. O executivo foi questionado pelo especulado iWatch, mas não se pronunciou sobre o caso.

“A pulseira é interessante”, destacou Cook, que frisou ainda que existe uma série de “implicações profundas” em estabelecer a popularização de dispositivos eletrônicos que possam ser usados pelas pessoas. “Para envolver o consumidor, tem que oferecer algo especial”. Resta saber se a Apple tem este “algo especial” na manga ou se não entrará nesta ramificação do mercado por enquanto.

Via Business Insider

Leia Também:

Deixe Seu Comentário: