Google Glass roda Android e usa mesmo processador do Kindle Fire
google-glass-video-face

Google Glass roda Android e usa mesmo processador do Kindle Fire

Com o Google Glass Explorer Edition em mãos, um usuário sortudo chamado Jay Lee conseguiu descobrir o processador, a quantidade de memória e o sistema operacional que rodam escondidos dentro dos óculos do Google. As especificações ainda não haviam sido divulgadas e intrigavam a todos.

Usando uma ferramenta de desenvolvimento para Android, Lee conseguiu conectar o Google Glass via USB e executar comandos direto no sistema operacional, um Android 4.0.4 “Ice Cream Sandwich”. Quanto à memória, descobriu que o aparelho possui 682 MB, dos quais ele supõe que chegue à 1 GB, considerando o restante da memória usada por outros processos do sistema.

Um dual-core da Texas Instruments – o mesmo usado nos aparelhos Kindle Fire, da Amazon – faz todo o trabalho de processamento do Glass. Infelizmente Lee não conseguiu descobrir sua velocidade de operação.

Prometido para ter áudio transmitido pelos ossos, Wi0Fi, 12 GB de armazenamento e bateria para um dia inteiro de uso, o Google Glass está previsto para ser lançado em 2014 e pode se tornar um divisor de águas no que entendemos por interação entre máquina e seres humanos.

Via TheVerge.

Leia Também:

Deixe Seu Comentário: