Mobile Marketing – Como Atrair e Manter Clientes Usuários de Celulares e Tablets
qr code, flashcode, smartphone

Mobile Marketing – Como Atrair e Manter Clientes Usuários de Celulares e Tablets

Definimos Mobile Marketing como o conjunto de práticas que permite que organizações se conectem com sua audiência, de forma interativa e relevante, por meio de dispositivos móveis, como celulares e tablets.

Vejamos alguns inscríveis números do mercado potencial:

- São 5 bilhões de usuários no mundo e, no Brasil, mais de 200 milhões de celulares, sendo 22% smartphones, além de 5 milhões de tablets.
- Em 2014, espera-se que o uso da internet móvel ultrapasse o uso da web por desktops.
- Mais 35% dos usuários de redes sociais acessam as mesmas via dispositivos móveis.
- A maioria dos usuários de celulares mantém seus aparelhos ao alcance direto 24 horas por dia.
- Já se vendem mais smartphones que computadores pessoais.
- A maioria das pessoas passa mais tempo acessando seus dispositivos móveis que mídias impressas como jornais e revistas.
- Tendência mais recente, cupons de desconto remetidos para celulares são 10 vezes mais utilizados que os remetidos por meios tradicionais.
- 86% dos celulares vendidos atualmente têm televisão.

Com esses dados, se você ou sua agência digital considerarem o mobile marketing como uma tendência está na hora de rever esse conceito. O mobile marketing é uma realidade para negócios locais e rapidamente está se tornando imprescindível para qualquer tipo de negócio.

Para seu posicionamento, saiba o que as pessoas mais fazem com seus celulares e tablets:

- Acessam redes sociais.
- Usam aplicativos, principalmente jogos.
- Acessam sites.
- Remetem e leem emails.
- Remetem e leem mensagens de texto.
- Fazem buscas.
- Ouvem música.
- Veem vídeos.
- Leem noticias.
- Veem a previsão do tempo.

O que isso significa para seu negócio?

Você tem que, pelo menos, oferecer uma versão funcional de seu site para celulares e tablets.

Ter uma versão de site adaptada para dispositivos móveis é primordial, mas precisamos de mais informações para fazermos um planejamento de mobile marketing. Pesquisas informam que:

- A maioria dos usuários consideram os sites em que navegam pelos celulares “muito ruins” (era a pior opção disponível no questionário). Assim, o simples fato de você oferecer meios decentes de acesso e navegação já é um grande plus.
- Sites móveis que demoram mais de 4 segundos para carregar fazem até 25% das visitas desistirem de acessá-los.
- Nas buscas em dispositivos móveis que resultam em uma ação (compra, escolha, cadastro), em 70% dos casos as ações ocorrem em até 1 hora após a pesquisa.
- As pessoas consideram que empresas que têm sites adaptados para dispositivos móveis são mais bem estruturadas.

Assim, considerando esses fatos, é importante que seu site móvel garanta ao visitante:

- A usabilidade apropriada.
- Um carregamento rápido.
- Ter, se aplicável, versões locais de acordo com a localização dos visitantes (geo-targeting).
- Se houver e-commerce, que essa estrutura seja simples e direta.

Acho que por agora já conseguimos constatar a importância de incluir o mobile marketing nos seus planos de negócios e marketing. Passemos a analisar, de acordo com seu caso específico, quais as ações diretamente relacionadas à sua estratégia de marketing devem ser utilizadas.

Considere:

- Ter um site adaptado para celulares e tablets.
Veja o site de nossa empresa de marketing digital e design, Clicktime. Em qualquer canto do site vá reduzindo o tamanho até o tamanho de um celular e perceba o que acontece. O site vai se adaptando, reduzindo áreas até ficar com o mínimo necessário para ser visualizado em celulares. Para portais ou site maiores, se a adaptação automática for inviável, é preciso fazer uma versão do site para dispositivos móveis. Quando o site for acessado por celular ou tablet, essa versão de site é que será apresentada.

- Usar mensagens de texto como ferramenta de marketing.
Envie mensagens com conteúdo de interesse, cupons de desconto, informações de eventos ou promoções próximos. Sempre remeta essas mensagens com permissão dos destinatários. Essa possibilidade, apesar de envolver pouco conhecimento técnico e custo razoável, tem historicamente altas taxas de ROI.

- Usar códigos QR.
Proporciona acesso imediato a informações. Pense em maneiras criativas de se conectar com sua clientela com os códigos QR. Forneça informações completas sobre seus produtos e conteúdos extras acessíveis apenas via código, apresente sua versão de página para mobile, enfim, diferencie-se com essa possibilidade. Aproveite também para vincular negócios off-line com suas versões online.

- Usar apps (applications – aplicativos).
Crie aplicativos que facilitem o contato com seus clientes. Sites usam as possibilidades dos browsers e aplicativos usam toda a tecnologia dos celulares. Esses aplicativos tornam o acesso à sua oferta ou conteúdo bem mais rápido. São muitas as ferramentas de fidelização e comunicação que podem ser integradas aos apps. Pessoas passam mais tempo em aplicativos que browsers. Em média, um smartphone tem 40 aplicativos instalados. Como negócios, produtores de aplicativos devem multiplicar seu faturamento por 10 até 2015. Ofereça vantagens para os que fizerem download do seu aplicativo.

E, se seu negócio tiver lojas físicas e/ou abrangência regional

- Uso local.
Utilizar o mobile marketing para se manter conectado principalmente com seus usuários locais. Por que locais? A tecnologia móvel mudou a forma como as pessoas fazem suas compras, ao permitir uma interação incrível com seu mercado local. Você está numa determinada região e consulta no Foursquare o melhor lugar para almoçar, quer comprar flores e consulta o Google, que mostra as opções perto de onde você está. Isso quer dizer que, se você tem um negócio regional, você tem que anunciar nas mídias sociais e nas ferramentas locais, além de fazer um bom trabalho de mobile marketing.

- Usar o Bluetooth marketing.
Você pode se comunicar com potenciais clientes que estejam bem próximos de sua loja e que estejam com o Bluetooth de seus celulares ligados. O alcance é restrito, mas amplificadores de sinais podem estender um pouco esse alcance. Funciona muito bem em feiras, stands, eventos e shoppings. Ofereça algum cupom de desconto para quem estiver olhando sua vitrine ou convide quem estiver passando por seu stand a entrar, por exemplo.

Via marketingdigital.com.br | Alex Moraes

Leia Também:

Deixe Seu Comentário: